Archive for the ‘DESIGNERS’ Category

LEGO considera projetos impressos 3D em casa

Posted by Taila On janeiro - 29 - 2018

LEGO considera impressao 3D em casa, liberando projetos oficiais

 

De acordo com um relatório publicado em 01 de dezembro pela World Property Review, a LEGO está aberta à venda de modelos técnicos oficiais.
Esta informação veio através do Conselheiro Corporativo de Sistemas Mette Andersen, na principal divisão de modelos LEGO que aconteceu em 30 de novembro na Conferência de Autenticidade de Marca da Associação Internacional de Marcas Comerciais (INTA) em Berlim.

A empresa LEGO da Dinamarca está comemorando seu 85º aniversário e é listada pela Forbes como a marca mais poderosa de 2017.
De acordo com a World Intellectual Property Review, o jornal The Washington Post descreveu a impressão 3D como o maior desafio para LEGO, mas Andersen não concordou, acrescentando “a LEGO congratula-se com a concorrência livre, desde que os rivais não usem nenhuma das marcas registradas, direitos autorais e patentes da LEGO. “

Andersen refletiu sobre perguntas do tipo: Se as pessoas imprimirem suas próprias peças em casa, outras empresas criarão projetos especiais incluindo modelos militares. Andersen concluiu sua declaração dizendo: “Enquanto o fizerem de forma justa, nós [LEGO] aceitamos isso”. Embora isso ainda não seja viável levando em consideração o tempo de impressão, material e o custo beneficio.

John Hornick, sócio da Finnegan, Henderson, Farabow, Garrett e Dunner, também se dirigiram à conferência.
“Os modelos empresariais serão forçados a evoluir… Tendo a capacidade de nos levar ao inicio de fabricação novamente, e não comprar”, disse Hornick. “A medida que a democratização aumenta, a capacidade de reduzir o controle e o IP (propriedade intelectual) eventualmente se tornam irrelevantes”.

Para saber mais sobre a conferência de impressão 3D e os direitos de propriedade intelectual, leia a história completa na World Intellectual Property Review.

Disney reivindica direitos autorais

Posted by Taila On janeiro - 18 - 2018
Alguns modelos 3D da Star Wars serão removidos do Thingiverse

Alguns dos modelos removidos do Thingiverse

Por Gregory van Zuyen

Embora a impressão 3D ainda tenha encontrado poucas questões importantes de violação de propriedade intelectual em relação aos modelos impressos desde a sua criação, era inevitável que um caminho de desrespeito tomaria seu curso.

Ainda mais inevitável as primeiras reivindicações de infração de modelagem 3D, obviamente, são da Disney. A Disney empresa adotiva da franquia Star Wars, criada por George Lucas e Lucasfilms, exigiu que Thingiverse, o site de download de arquivos STL de propriedade da Stratasys, remova uma seleção de modelos da Star Wars. Embora ainda haja um grande número de modelos de personagem Star Wars disponíveis no Thingiverse e em outros sites de arquivos STL, incluindo mestre Yoda.

Esse movimento da Disney marca um ponto muito importante, pelo qual o lado escuro da lei de direitos autorais começa a destruir a liberdade desenfreada dos amantes de impressão 3D de modelar e imprimir suas próprias criações. Conforme coberto pelo All3DP, o ataque da Disney ao Thingiverse parece focado principalmente nos projetos do designer Argentino Agustin Flowalistik. As principais alegações de infração da Disney têm a ver com três personagens do trabalho de modelagem do Flowalistik: R2D2, C3PO e Darth Vader. 

Enquanto esses personagens são removidos, o trabalho de Flowalistik ainda pode ser baixado na forma de um Stormtrooper Imperial.

O segredo da impressora 3D por trás da SprintRay

Posted by Taila On dezembro - 2 - 2017

MoonRay Desktop 3D Printer fabricada pela SprintRay

Por Gregory van Zuyen

Localizado em Highland Park, Califórnia, a empresa SprintRay fabrica as impressoras 3D DLP (impressão direta por luz) mais top de linha. Infelizmente, a demanda pelo produto excede a produção atual, e eles dizem que isso é “um problema bom”.
Fundada em uma campanha Kickstarter, a empresa começou a entregar suas impressoras há alguns anos. Enquanto outras máquinas DLP mantiveram a participação de mercado dos fabricantes, SprintRay foi em uma direção diferente criando a MoonRay com uma resolução maior do que a maioria das impressoras de hobby podem precisar, e ainda mais rápida, essa impressora 3D ganhou a apreciação por um grupo de pessoas que realmente precisam desses recursos.
Alguns diriam que SprintRay encontrou uma mina de ouro na boca das pessoas.

Literalmente, seu segredo está na odontologia. A SprintRay vende quase que exclusivamente para consultórios odontologicos, oferecendo tanto aplicações de criação de moldes como resina para uso final específicas que os dentistas exigem no seu trabalho. A resina se chama NextDent fornecida pela 3D Systems, é biocompatível e certificada pela CE podendo ser utilizada no trabalho odontológico e na implantação humana.

A MoonRay faz tudo isso e muito mais. Devido à sua resolução e velocidade de impressão, a empresa também ganhou uma grande reputação entre designers e modeladores de personagem para games. O diretor de marketing da SprintRay Owen Bradbury, explicou que, embora a equipe invista mais o seu tempo em marketing para o comércio odontológico, a empresa também disponibilizou um tempo para responder a comunidade de fãs de quadrinhos, como na recente conferência da ZBrush Summit 2017 realizada pela Pixologic.
“Nós fomos recentemente escolhidos pela Patterson Dental para fornecer os nossos dispositivos”, disse Bradbury, “Agora temos um bom problema”.

Para mais informações sobre a impressora 3D MoonRay, visite o site SprintRay.us.

SEMA Show 2017 – Relatório do evento

Posted by Taila On novembro - 20 - 2017
SEMA Show 2017

Ford dominou o SEMA show com um nível superior de carros clássicos e futuros

SEMA trás um grande estímulo para a indústria de impressão 3D

Por Gregory van Zuyen

SEMA Show 2017

A Chevrolet exibiu um Corvette de lateral para permitir os olhares curiosos de perto

SEMA Show 2017

As melhores produções estavam em exibição

SEMA Show 2017

Hypertech disputou uma corrida na pista de autorama para doação de fundos de bolsas de estudos

SEMA Show 2017

Alguns sortudos conseguiram fazer um teste drive em um Camaro na pista de corrida mais próxima

SEMA Show 2017

Um belo exemplo de que nem tudo é brilhante, como neste popular Ratrod

SEMA Show 2017Como um coro sem parar de motores acelerando e pneus chiando, o show de megalítico SEMA (Specialty Equipment Market Association) superou ao máximo Las Vegas na semana de 31 de outubro a 3 de novembro. Equipado com novos acessórios de automóveis e desenvolvimentos de fabricação automotivos, o SEMA continua sendo o maior e mais famoso show de carros do mundo. Juntamente com o editor tailandês Ratthakorn Niramitmahapanya, a revista 3D Printr esteve lá para conferir as inovações que a impressão 3D fez para a indústria automotiva.

SEMA Show 2017

Alguns carros foram feitos inteiramente a mão, como este 32-ish Dodge-ish criado por Phil Endicott de LizardSkin, produtor de controle de som e revestimentos de isolamento térmico para carros

Com mais de 2.400 estandes, centenas de milhares de participantes e representando uma indústria de pós-venda automotiva de US $ 41,2 bilhões, o SEMA show é inacreditável para os iniciantes. A conferência ultrapassa a expectativa em cada centímetro quadrado do enorme Centro de Convenções de Las Vegas com milhares de carros espalhando-se por vários lotes de estacionamento, transformados em pistas para testes e variedade de estandes, onde vários programas de televisão mostraram quadros impressionantes de motoristas de corrida, carro com designers personalizados e também amantes de carro como o ilustre Jay Leno. Foi uma grande expansão.

SEMA Show 2017

Lexus disponibilizou um estande oferecendo aos visitantes a chance de dirigir em uma pista de realidade virtual

O que trouxemos da nossa experiência do SEMA show deste ano foi personalizar, personalizar, personalizar. Os consumidores não querem o mesmo de sempre que qualquer outra pessoa pode comprar. Eles querem uma marca registrada, digna de respeito. Como por exemplo o “Projeto Hellcat 3D-Impresso”, um Dodge Challenger SRT 2016 personalizado com modificações impressas em 3D e apresentado no show pela Airwolf 3D.

SEMA Show 2017

Tyler Caros gerente de vendas da Airwolf3D atrás do volante de um Hellcat, ao lado Ruben Zeledón diretor de arte da Airwolf 3D

A ideia do presidente da Airwolf 3D, Erick Wolf, e sua inovadora equipe com cede em Fountain Valley, Califórnia, é o “Hellcat mais impresso do mundo 3D” um carro personalizado com recursos impressos em 3D que o tornam uma peça de exibição única, destacando o que a personalização impressa em 3D pode fazer para a indústria de pós-venda. Além de uma série de modificações interiores, como capas de alto-falantes traseiras personalizadas, alças de segurança e uma mudança central redesenhado, o Airwolf 3D também imprimiu em 3D um spoiler em tamanho real para mostrar o que a empresa frequentemente anuncia como especialidade: grandes impressoras 3D de mesa, capazes de imprimir em materiais de alta qualidade de engenharia como ABS e policarbonato.
O spoiler foi impresso em quatro partes, no modelo Axiom 20 a maior impressora desktop 3D em sua classe, com uma área de construção de 12x12x20 polegadas. Para levar ainda mais em consideração a impressão 3D representa uma verdadeira economia de custos para uma loja automotiva, todas as peças personalizadas no carro foram impressas por menos de US $ 250.

SEMA Show 2017

Close na abertura do cabo no Hellcat impressa em 3D

“Esta é a primeira vez que peças reais e funcionais podem ser feitas em grande formato com um custo mínimo”, explicou Wolf. “Nós imprimimos em 3D um spoiler em tamanho real e aberturas funcionais do motor em ABS. Isso é, obviamente, algo que você não pode fazer com PLA, que não pode ser usado perto de calor – o PLA também não pode ser lixado ou perfurado para produzir essas peças “.

Exite uma historia por trás do Hellcat impresso em 3D e seu inicio. Wolf se envolveu na impressão 3D devido ao design automotivo. Em 2011, enquanto ainda trabalhava como advogado em Los Angeles, Wolf passou seu tempo livre perseguindo sua verdadeira paixão: os carros.
Como amante do carro ao longo da vida, com um diploma em engenharia mecânica e mais de 20 anos de experiência automotiva prática, Wolf tinha uma visão do carro que ele sempre quis projetar. Frustrado com os materiais usuais para construir seu protótipo, Erick decidiu tentar uma impressora 3D barata. Assim que a história se inicia, a impressora falhou miseravelmente e Wolf decidiu construir a sua própria. Wolf e sua esposa, Eva, venderam a impressora 3D no Craigslist e obtiveram respostas em minutos. O casal continuou a vender suas impressoras 3D no Craigslist e, percebendo que havia uma verdadeira demanda pelas máquinas, juntos decidiram iniciar sua própria empresa e foi assim que a Airwolf 3D nasceu.
SEMA Show 2017 De acordo com a Airwolf 3D, o SEMA Show é simplesmente a primeira agitação no que a empresa está descrevendo como “Corrida à inovação”. A empresa do sul da Califórnia promete uma revelação ainda maior no evento CES 2018 em Las Vegas, NV. SEMA Show 2017O fabricante de impressoras 3D Ultimaker participou pela primeira vez do SEMA, também mostrou a personalização automotiva de uma maneira ampla. A Ultimaker impressionou a multidão com uma moto BMW personalizada feita sob encomenda em 30 dias pelo mestre artesão Nick Maffey. Maffey personalizou a moto em uma abordagem minimalista descontrolada, com peças de nylon, ABS e PLA de design exclusivo, que esbanja estilo e graça. 

SEMA Show 2017

Close na carcaça de freio 3D impressa em ABS no Maffey Moto BMW feita na Ultimaker

SEMA Show 2017

Maffey foi efusivo na confiabilidade do Ultimaker3, que possui uma função de cabeça de impressão dupla de posicionamento independente

Eles também não foram os únicos a representar a impressão 3D para o comércio automotivo. A Formlabs estava lá para exibir novas melhorias à sua linha de serviços de prototipagem rápida e produção final. Com suas novas aquisições em estação de limpeza e “curing ovens” ele estão fazendo DLP acontecer em uma escala ainda maior. Eles também estavam anunciando o lançamento do Fuse, sua nova impressora 3D SLS com uma tela de impressão de 7x7x12 polegadas para junho de 2018.

SEMA Show 2017

Steven Thomas da Formlabs

É sempre um prazer poder conversar com a equipe da Formlabs e Steven Thomas não foi uma exceção. A conversa voltou se para o Kickstarter e Thomas nos apontou um fato interessante. “Vocês sabiam que no geral, as campanhas do Kickstarter feitas através do Form2 aumentaram mais do que a nossa promoção original do Kickstarter. As pessoas estão usando nossas máquinas para habilitar sua própria tecnologia. Estamos muito felizes com isso “.

SEMA Show 2017

A impressora Vector 3SP 3D da EnvisionTec é uma nova melhoria na estereolitografia

EnvisionTec estava no SEMA para exibir sua nova impressora de estereolitografia Vector 3SP capaz de uma melhoria de velocidade de 20% com um aumento de temperatura para 400 Fahrenheit. A melhoria da velocidade de impressão é devido à adição de um segundo laser e um pórtico móvel.

SEMA Show 2017

Andrew Toft da FARO demonstrando a tecnologia de digitalização para os participantes do SEMA

Também fez aparições no SEMA Stratasys e MarkForged, juntamente com as empresas de Scanner 3D Creaform e FARO Technologies.

SEMA Show 2017

Avery Dennison apresentou técnicas de envoltório de vinil por Justin Pate do Wrap Institute para multidões lotadas na sua impressionante exibição em um dos estandes do SEMA.

Nem toda a personalização estava em 3D. O fornecedor de produtos de papel sustentável Avery Dennison começou apenas alguns anos atrás no SEMA com um estande de 10 × 10 pés. Agora eles comandam uma central de um circulo de eventos que detalham o quanto pode ser fácil o revestimento de vinil e gratificante para empresas e indivíduos.
Como já estivemos aqui cobrindo eventos passados, sempre há uma descoberta especial. No caso do SEMA 2017, esse elogio pertence a Jay Thornton de Vibrant Professionals no VibrantPerformance.com.

SEMA Show 2017

Jay Thornton (centro, em branco) coloca uma série de perguntas de visitantes no estande Vibrant Performance no SEMA 2017.

Vibrant fornece peças de reposição de qualidade para uma variedade de lojas de primeira linha na indústria automotiva, e às vezes embaladas sob marca privada. Trabalhando em materiais especiais como aço inoxidável e titânio, o Vibrant faz muitos dos componentes necessários para ajudar a completar um sistema de escape, kit turbo, consumo e muito mais. Como uma empresa de componentes de fabricação, eles também projetaram e complementam outras empresas em seus esforços para levar novos produtos ao mercado.

SEMA Show 2017

O trabalho de CAD 3D obsessivamente diligente de 3D Magic, resultando em peças impressas

A Revista 3D Printr procurou a equipe Vibrant no SEMA porque recebemos notícias de que eles estavam trabalhando com o 3D Magic Mike (também conhecido como Mike O’Brien da Roadstershop) e seu incrível trabalho 3D CAD. Neste caso, Magic Mike havia recentemente projetado um carro inteiro, com cada parte separada, em modelo 3D. Na nossa busca por Magic Mike e Vibrant, nós conversamos com Thornton no estande do SEMA e pudemos aprender mais sobre como o Vibrant estava incorporando a impressão 3D em seu fluxo de trabalho.
Uma das facetas da impressão 3D, Thornton estava ansioso sobre a impressão de padrões para inspecionar peças de produção. Sua capacidade de repetir rapidamente um padrão de superfície macia que não riscará superfícies acabadas ou um negativo de uma peça para testar tolerâncias fez sua produção fluir.
“Já estivemos no SEMA há mais de dez anos e, nos últimos quatro a cinco anos, vimos mais e mais pessoas entenderem os benefícios da impressão 3D e como isso pode beneficiar o desenvolvimento de novas peças”, disse Thornton, que também comentou o uso de Solidworks para seu trabalho de design. Eles também adicionaram recentemente o conjunto de simulação de fluxo e estão extremamente satisfeitos com sua performance. Para o escaneamento eles dependem da Artec Eva que traduz para Solidworks através de um DezignWorks incluindo o in9.

Thornton vem seguindo esta carreira desde 1999, onde suas habilidades de artesão eventualmente o levaram a abandonar no meio de sua carreira uma loja de F1. Ao falar com Thornton, a pessoa se envolve na ampla gama de conhecimentos que ele traz para o time de design e engenharia de Toronto, com sede em Toronto. Quando perguntado sobre seus antecedentes educacionais, Thornton admite que seu conhecimento é essencialmente autodidacta com tudo o que ele faz. 

“Eu frequentei uma faculdade de Design por alguns anos, mas achei que não estavam me ensinando nada sobre fabricação automotiva e desenvolvimento de peças. Descobri rapidamente que é aqui que meu verdadeiro interesse reside. Eu poderia ter voltado para a escola de engenharia, mas eu estava ansioso demais para começar a aprender habilidades na vida real e aplicá-las. Olhando para trás, agora trabalhando com alguns engenheiros, eu definitivamente posso ver a diferença entre a minha educação e a deles. Minha linha de aprendizado e sucesso não sofreram por eu não ter um grau em engenharia. Eu acho que começar cedo minha própria carreira foi a melhor forma de saber como projetar e executar qualquer tipo de peça ou produto “, disse Thornton, membro técnico sênior da Vibrant.

A empresa também emprega uma equipe de fabricantes e engenheiros seletos, cuja própria maneira de resolução de problemas complementa a abordagem da Thornton.
Também ficou claro na multidão sempre presente no estande de Vibrant que muitas outras pessoas conheciam a excelente linha de produtos da Vibrant e suas realizações na fabricação de etiquetas privadas, mas esse é o empate e a importância de fazer parte do SEMA. Essas empresas buscam se promover aqui, falando bem do seu alcance e de pensamentos futuros. Como a impressão 3D irá mudar a indústria automotiva depende do que vem deste show e dos próximos.

SEMA Show 2017

Exibição fascinante de palheta de cores

SEMA Show 2017

SEMA Show 2017

A estrutura do SEMA é inacreditável com produtos específicos da indústria automotiva, como mostra o líder de vestuário Lethal Angel um clássico fornecedor de artigos de especialidade de pós-venda Mooneyes.

Excelente impressora 3D por menos de $200

Posted by Taila On outubro - 27 - 2017

Anet A8 impressora 3D de baixo custo e acessível

Se você está procurando uma boa impressora 3D por menos de US $ 200? Que tal o Anet A8.
Anet A8 é uma impressora 3D acessível e útil, perfeita para iniciantes – uma impressora 3D “DIY” uma completa faça você mesmo, e que qualquer um pode montar.

Produzido pela empresa Anet com sede na China, a impressora A8 tem um preço em torno de US $ 160- $ 200, seu modelo pode ser comparado a uma impressora Prusa i3 3D – um modelo robusto e confiável.
Como uma boa impressora 3D de nível básico, a montagem é tecnicamente fácil, na medida em que as etapas são bastante simples de seguir e direta. Seguindo o manual passo a passo e os vídeos fornecidos, o processo se torna simples e intuitivo, é possível encontrar videos e review no YouTube com dicas e erros frequentes, isso diminui as falhas. Não há soldagem, também não é necessário nenhum conhecimento avançado em montagens. É basicamente parafusos, sem segredos – mas há muitos passos que a tornam um grande projeto. Depois de montada e devidamente calibrada é possível imprimir objetos 3D de diferentes tipos de materiais.
Vale a pena montar sua própria impressora além de divertido, ainda ajuda a ter noção de todos os componentes e funções, pois, em caso de algum defeito ou mal funcionamento, você mesmo poderá fazer a manutenção. Eu levei em torno de cinco dias para montar a impressora 3D – cerca de 20 horas, incluindo, leitura das instruções e visualização de vídeos paralelos no youtube. A chave para o sucesso é que tudo precisa ser perfeitamente nivelado, o processo de montagem em si não é difícil, mas exige concentração e paciência.
Quando calibrado e atualizado corretamente, a A8 é capaz de imprimir como as impressoras mais caras e sofisticadas, produzindo resultados realmente bons. A qualidade das impressões é incrível. Você encontra uma lista de atualizações on-line para essa impressora e você pode baixar gratuitamente pelo site Thingiverse.com. Algumas impressões são recomendadas e oferecem melhor desempenho.  A mesa de alumínio dificulta um pouco na adesão dos objetos, mas com uma simples e barata adição isso pode ser aperfeiçoado utilizando um vidro de moldura de fotografia, por exemplo.
Construir esta impressora não só ajuda a reduzir o custo, mas também dá um grande senso de realização. Compreender todos os componentes ajudará a compreender verdadeiramente a impressão 3D a nível pessoal.
A interface do usuário da impressora 3D é muito simples. Há uma tela simples com apenas cinco botões (cima, baixo, esquerda, direita e selecione).
Os softwares recomendados são Cura e Repetier-Host compatíveis com Windows, Linux e Mac OS.
O apoio da comunidade para o A8 é incrível. Há muitas opções de melhorias, modificações, atualizações, ajustes e dicas de manutenção com todas as atualizações. Além disso, existe um grupo de brasileiros no Facebook chamado Anet A8-Brasil que se ajudam compartilhando experiências.
Em termos de uso, depois de alguns meses desde a montagem a impressora continua funcionando bem, atingi meu objetivo com qualidade satisfatória. Certamente, ultrapassou as minhas expectativas.

A8 Anet é um ótimo investimento para quem tem interesse em impressão 3D e não pode gastar muito

Descrição
Cama: 220 x 220 x 240 mm
Material do quadro: acrílico
Plataforma: base de alumínio
Bocal: simples
Diâmetro do bocal: 0,4 mm
Espessura da camada: 0.1-0.3mm
Cartão de memória /impressão off-line: cartão SD
Tela LCD: Sim
Velocidade de impressão: 100mm /s
Material de impressão suportado: ABS, luminescente, Nylon PVA, PLA, PP, Madeira
Diâmetro do filamento: 1.75mm
Formato de arquivo suportado: G-code, OBJ e STL

CadBlu revoluciona produção de jóias em LA

Posted by Taila On outubro - 25 - 2017

Impressora 3D em cera

Por Gregory van Zuyen

A empresa 3D Systems vem aperfeiçoando a impressão 3D em cera.

A pouco tempo atrás a impressão 3D em cera não era muito aceita. Ainda com margens de erro consideráveis e constante manutenção foi concluído que era inviável.
As coisas estão diferentes agora. A 3D Systems lançou o seu ProJet MJP 2500 Wax Series e CadBlu – uma das poucas empresas que representam 3D Systems em Los Angeles com outras agências localizadas em todo o país – organizou o lançamento da impressora MJP 2500 no Los Angeles Athletic Club na quarta-feira, 5 de abril de 2017.
Sandi Kirwin, designer de jóias e estudante de impressão 3D do Santa Monica College Continuous Education juntou-se a nós para ver o que a 3D Systems estava falando.
Stephanie Barberree da CadBlu nos cumprimentou e nos levou para a sala de conferências onde o ProJet MJP 2500 estava em pleno funcionamento. O engenheiro de aplicações da CadBlu JP Velasco, estava pronto para processar os anéis impressos em cera à medida que foram removidos da bandeja de impressão.
Para aqueles que não estão familiarizados com a paisagem de Los Angeles, o centro de LA é um dos mais importantes distritos da indústria de jóias, flores, brinquedos e roupas. O Los Angeles Athletic Club é um hotel notável no coração do distrito de jóias de LA. Onde é claro, você exibiria uma impressora capaz de produzir 11 polegadas por bandeja de 8 polegadas de anéis em três horas. Tudo isso com uma resolução de 16 mícron. As impressões em cera pareciam ótimas.
A CadBlu estava ofertando opções de locação de US $ 1000 por mês por cinco anos. Claro que os joalheiros estão interessados em negócios. Se alguma vez houve uma indústria que precisava desse desenvolvimento, é o comércio de jóias. Este é um grande investimento, com grandes preocupações de segurança. Os investimentos aqui são feitos apenas com sabedoria.

A mudança da impressão 3D em casa, para impressão de jóias faz muito sentido, e o que impressionou Sandi foi o valor da sua educação em design CAD para a impressão 3D. Haverá mais empregos lá para pessoas como Sandi, e somente os altamente qualificados ​​estarão trabalhando nesta area.

Anéis impressões 3D em cena
O JP nos explicou sobre o material de suporte da impressora. Os anéis em cera roxo podiam ser vistos embutidos em uma cera branca, mais macia. JP cuidadosamente retirou cada anel e os colocou em um banho de álcool isopropílico a 91% durante alguns minutos para dissolver a cera mais macia. Como cada anel foi se soltando do material de suporte, o JP os colocou para secar, antes de ensacá-los cuidadosamente para os hóspedes. Então ele explicou como a impressora MJP 2500 foi projetada para este trabalho, para essa indústria. Isso é capaz de imprimir pelo menos 30 anéis de cada vez, alguns do tamanho dos anéis Superbowl.
O ProJet MJP 2500 trabalha com tecnologia de aglutinante, encobrindo cada camada de 16 micron de cera que esfria imediatamente a temperatura do ambiente. Cada anel, em termos de custo de material, é de cerca de um dólar. Não é nada mal para itens que claramente podem ser vendidos por aproximadamente mil dólares. Isso explicaria o tom silencioso das perguntas dos futuros clientes que compareceram ao evento de ontem no distrito de jóias.

Para mais informações sobre CadBlu, visite o http://www.cadblu.com.

Prótese de baixo custo para quem precisa

Posted by Taila On outubro - 15 - 2017
Prótese 3D mão desenvolvida pelo projeto E-nable

Prótese 3D E-nable

Para muitas pessoas que nasceram sem membros ou que perderam, encontrar prótese adequada é um grande desafio, o alto custo e baixa possibilidade de alterações tornam-se grandes barreiras para aqueles que possuem poucos recursos financeiros.
Porém já é possível confeccionar prótese muito mais barata com a ajuda da impressão 3D.
Embora esse processo ainda seja relativamente novo, as Próteses 3D impressas são mais acessíveis do que as próteses tradicionais, sendo possível produzir próteses rapidamente a um baixo custo que podem ser readaptadas e melhoradas. Alem disso, a facilidade de personalização característica desse método de fabricação contribui para a adaptação de pacientes específicos.

Prótese perna impressa em 3D

Prótese 3D


Diferente das próteses convencionais que podem custar em torno de $5 mil, a prótese impressa custaria 1% desse valor. Claro, a prótese em questão é relativamente primitiva, dando apenas um movimento básico para a mão, mas existem projetos que mesclam a impressão com robótica, tornando as possibilidades limitadas apenas pelos seus recursos.

O sucesso dessa tecnologia de impressão 3D na medicina já é algo concreto, as próteses demonstraram uma efetividade acima do esperado e estarão em breve à disposição de todo o mundo.

Graças ao Projeto E-nable ter acesso a uma prótese já é realidade para muitas pessoas. O E-nable usa impressão 3D para “dar uma mão a quem precisa”. Eles são voluntários em uma rede mundial de pessoas de diferentes culturas, visões e inspirações que se unem para oferecer próteses impressas isenta de custo, para qualquer um que necessite.

Para mais informações sobre o projeto e como se tornar um voluntário acesse o link http://enablingthefuture.org