Archive for the ‘ROBOTICA’ Category

SEMA Show 2017 – Relatório do evento

Posted by Taila On novembro - 20 - 2017
SEMA Show 2017

Ford dominou o SEMA show com um nível superior de carros clássicos e futuros

SEMA trás um grande estímulo para a indústria de impressão 3D

Por Gregory van Zuyen

SEMA Show 2017

A Chevrolet exibiu um Corvette de lateral para permitir os olhares curiosos de perto

SEMA Show 2017

As melhores produções estavam em exibição

SEMA Show 2017

Hypertech disputou uma corrida na pista de autorama para doação de fundos de bolsas de estudos

SEMA Show 2017

Alguns sortudos conseguiram fazer um teste drive em um Camaro na pista de corrida mais próxima

SEMA Show 2017

Um belo exemplo de que nem tudo é brilhante, como neste popular Ratrod

SEMA Show 2017Como um coro sem parar de motores acelerando e pneus chiando, o show de megalítico SEMA (Specialty Equipment Market Association) superou ao máximo Las Vegas na semana de 31 de outubro a 3 de novembro. Equipado com novos acessórios de automóveis e desenvolvimentos de fabricação automotivos, o SEMA continua sendo o maior e mais famoso show de carros do mundo. Juntamente com o editor tailandês Ratthakorn Niramitmahapanya, a revista 3D Printr esteve lá para conferir as inovações que a impressão 3D fez para a indústria automotiva.

SEMA Show 2017

Alguns carros foram feitos inteiramente a mão, como este 32-ish Dodge-ish criado por Phil Endicott de LizardSkin, produtor de controle de som e revestimentos de isolamento térmico para carros

Com mais de 2.400 estandes, centenas de milhares de participantes e representando uma indústria de pós-venda automotiva de US $ 41,2 bilhões, o SEMA show é inacreditável para os iniciantes. A conferência ultrapassa a expectativa em cada centímetro quadrado do enorme Centro de Convenções de Las Vegas com milhares de carros espalhando-se por vários lotes de estacionamento, transformados em pistas para testes e variedade de estandes, onde vários programas de televisão mostraram quadros impressionantes de motoristas de corrida, carro com designers personalizados e também amantes de carro como o ilustre Jay Leno. Foi uma grande expansão.

SEMA Show 2017

Lexus disponibilizou um estande oferecendo aos visitantes a chance de dirigir em uma pista de realidade virtual

O que trouxemos da nossa experiência do SEMA show deste ano foi personalizar, personalizar, personalizar. Os consumidores não querem o mesmo de sempre que qualquer outra pessoa pode comprar. Eles querem uma marca registrada, digna de respeito. Como por exemplo o “Projeto Hellcat 3D-Impresso”, um Dodge Challenger SRT 2016 personalizado com modificações impressas em 3D e apresentado no show pela Airwolf 3D.

SEMA Show 2017

Tyler Caros gerente de vendas da Airwolf3D atrás do volante de um Hellcat, ao lado Ruben Zeledón diretor de arte da Airwolf 3D

A ideia do presidente da Airwolf 3D, Erick Wolf, e sua inovadora equipe com cede em Fountain Valley, Califórnia, é o “Hellcat mais impresso do mundo 3D” um carro personalizado com recursos impressos em 3D que o tornam uma peça de exibição única, destacando o que a personalização impressa em 3D pode fazer para a indústria de pós-venda. Além de uma série de modificações interiores, como capas de alto-falantes traseiras personalizadas, alças de segurança e uma mudança central redesenhado, o Airwolf 3D também imprimiu em 3D um spoiler em tamanho real para mostrar o que a empresa frequentemente anuncia como especialidade: grandes impressoras 3D de mesa, capazes de imprimir em materiais de alta qualidade de engenharia como ABS e policarbonato.
O spoiler foi impresso em quatro partes, no modelo Axiom 20 a maior impressora desktop 3D em sua classe, com uma área de construção de 12x12x20 polegadas. Para levar ainda mais em consideração a impressão 3D representa uma verdadeira economia de custos para uma loja automotiva, todas as peças personalizadas no carro foram impressas por menos de US $ 250.

SEMA Show 2017

Close na abertura do cabo no Hellcat impressa em 3D

“Esta é a primeira vez que peças reais e funcionais podem ser feitas em grande formato com um custo mínimo”, explicou Wolf. “Nós imprimimos em 3D um spoiler em tamanho real e aberturas funcionais do motor em ABS. Isso é, obviamente, algo que você não pode fazer com PLA, que não pode ser usado perto de calor – o PLA também não pode ser lixado ou perfurado para produzir essas peças “.

Exite uma historia por trás do Hellcat impresso em 3D e seu inicio. Wolf se envolveu na impressão 3D devido ao design automotivo. Em 2011, enquanto ainda trabalhava como advogado em Los Angeles, Wolf passou seu tempo livre perseguindo sua verdadeira paixão: os carros.
Como amante do carro ao longo da vida, com um diploma em engenharia mecânica e mais de 20 anos de experiência automotiva prática, Wolf tinha uma visão do carro que ele sempre quis projetar. Frustrado com os materiais usuais para construir seu protótipo, Erick decidiu tentar uma impressora 3D barata. Assim que a história se inicia, a impressora falhou miseravelmente e Wolf decidiu construir a sua própria. Wolf e sua esposa, Eva, venderam a impressora 3D no Craigslist e obtiveram respostas em minutos. O casal continuou a vender suas impressoras 3D no Craigslist e, percebendo que havia uma verdadeira demanda pelas máquinas, juntos decidiram iniciar sua própria empresa e foi assim que a Airwolf 3D nasceu.
SEMA Show 2017 De acordo com a Airwolf 3D, o SEMA Show é simplesmente a primeira agitação no que a empresa está descrevendo como “Corrida à inovação”. A empresa do sul da Califórnia promete uma revelação ainda maior no evento CES 2018 em Las Vegas, NV. SEMA Show 2017O fabricante de impressoras 3D Ultimaker participou pela primeira vez do SEMA, também mostrou a personalização automotiva de uma maneira ampla. A Ultimaker impressionou a multidão com uma moto BMW personalizada feita sob encomenda em 30 dias pelo mestre artesão Nick Maffey. Maffey personalizou a moto em uma abordagem minimalista descontrolada, com peças de nylon, ABS e PLA de design exclusivo, que esbanja estilo e graça. 

SEMA Show 2017

Close na carcaça de freio 3D impressa em ABS no Maffey Moto BMW feita na Ultimaker

SEMA Show 2017

Maffey foi efusivo na confiabilidade do Ultimaker3, que possui uma função de cabeça de impressão dupla de posicionamento independente

Eles também não foram os únicos a representar a impressão 3D para o comércio automotivo. A Formlabs estava lá para exibir novas melhorias à sua linha de serviços de prototipagem rápida e produção final. Com suas novas aquisições em estação de limpeza e “curing ovens” ele estão fazendo DLP acontecer em uma escala ainda maior. Eles também estavam anunciando o lançamento do Fuse, sua nova impressora 3D SLS com uma tela de impressão de 7x7x12 polegadas para junho de 2018.

SEMA Show 2017

Steven Thomas da Formlabs

É sempre um prazer poder conversar com a equipe da Formlabs e Steven Thomas não foi uma exceção. A conversa voltou se para o Kickstarter e Thomas nos apontou um fato interessante. “Vocês sabiam que no geral, as campanhas do Kickstarter feitas através do Form2 aumentaram mais do que a nossa promoção original do Kickstarter. As pessoas estão usando nossas máquinas para habilitar sua própria tecnologia. Estamos muito felizes com isso “.

SEMA Show 2017

A impressora Vector 3SP 3D da EnvisionTec é uma nova melhoria na estereolitografia

EnvisionTec estava no SEMA para exibir sua nova impressora de estereolitografia Vector 3SP capaz de uma melhoria de velocidade de 20% com um aumento de temperatura para 400 Fahrenheit. A melhoria da velocidade de impressão é devido à adição de um segundo laser e um pórtico móvel.

SEMA Show 2017

Andrew Toft da FARO demonstrando a tecnologia de digitalização para os participantes do SEMA

Também fez aparições no SEMA Stratasys e MarkForged, juntamente com as empresas de Scanner 3D Creaform e FARO Technologies.

SEMA Show 2017

Avery Dennison apresentou técnicas de envoltório de vinil por Justin Pate do Wrap Institute para multidões lotadas na sua impressionante exibição em um dos estandes do SEMA.

Nem toda a personalização estava em 3D. O fornecedor de produtos de papel sustentável Avery Dennison começou apenas alguns anos atrás no SEMA com um estande de 10 × 10 pés. Agora eles comandam uma central de um circulo de eventos que detalham o quanto pode ser fácil o revestimento de vinil e gratificante para empresas e indivíduos.
Como já estivemos aqui cobrindo eventos passados, sempre há uma descoberta especial. No caso do SEMA 2017, esse elogio pertence a Jay Thornton de Vibrant Professionals no VibrantPerformance.com.

SEMA Show 2017

Jay Thornton (centro, em branco) coloca uma série de perguntas de visitantes no estande Vibrant Performance no SEMA 2017.

Vibrant fornece peças de reposição de qualidade para uma variedade de lojas de primeira linha na indústria automotiva, e às vezes embaladas sob marca privada. Trabalhando em materiais especiais como aço inoxidável e titânio, o Vibrant faz muitos dos componentes necessários para ajudar a completar um sistema de escape, kit turbo, consumo e muito mais. Como uma empresa de componentes de fabricação, eles também projetaram e complementam outras empresas em seus esforços para levar novos produtos ao mercado.

SEMA Show 2017

O trabalho de CAD 3D obsessivamente diligente de 3D Magic, resultando em peças impressas

A Revista 3D Printr procurou a equipe Vibrant no SEMA porque recebemos notícias de que eles estavam trabalhando com o 3D Magic Mike (também conhecido como Mike O’Brien da Roadstershop) e seu incrível trabalho 3D CAD. Neste caso, Magic Mike havia recentemente projetado um carro inteiro, com cada parte separada, em modelo 3D. Na nossa busca por Magic Mike e Vibrant, nós conversamos com Thornton no estande do SEMA e pudemos aprender mais sobre como o Vibrant estava incorporando a impressão 3D em seu fluxo de trabalho.
Uma das facetas da impressão 3D, Thornton estava ansioso sobre a impressão de padrões para inspecionar peças de produção. Sua capacidade de repetir rapidamente um padrão de superfície macia que não riscará superfícies acabadas ou um negativo de uma peça para testar tolerâncias fez sua produção fluir.
“Já estivemos no SEMA há mais de dez anos e, nos últimos quatro a cinco anos, vimos mais e mais pessoas entenderem os benefícios da impressão 3D e como isso pode beneficiar o desenvolvimento de novas peças”, disse Thornton, que também comentou o uso de Solidworks para seu trabalho de design. Eles também adicionaram recentemente o conjunto de simulação de fluxo e estão extremamente satisfeitos com sua performance. Para o escaneamento eles dependem da Artec Eva que traduz para Solidworks através de um DezignWorks incluindo o in9.

Thornton vem seguindo esta carreira desde 1999, onde suas habilidades de artesão eventualmente o levaram a abandonar no meio de sua carreira uma loja de F1. Ao falar com Thornton, a pessoa se envolve na ampla gama de conhecimentos que ele traz para o time de design e engenharia de Toronto, com sede em Toronto. Quando perguntado sobre seus antecedentes educacionais, Thornton admite que seu conhecimento é essencialmente autodidacta com tudo o que ele faz. 

“Eu frequentei uma faculdade de Design por alguns anos, mas achei que não estavam me ensinando nada sobre fabricação automotiva e desenvolvimento de peças. Descobri rapidamente que é aqui que meu verdadeiro interesse reside. Eu poderia ter voltado para a escola de engenharia, mas eu estava ansioso demais para começar a aprender habilidades na vida real e aplicá-las. Olhando para trás, agora trabalhando com alguns engenheiros, eu definitivamente posso ver a diferença entre a minha educação e a deles. Minha linha de aprendizado e sucesso não sofreram por eu não ter um grau em engenharia. Eu acho que começar cedo minha própria carreira foi a melhor forma de saber como projetar e executar qualquer tipo de peça ou produto “, disse Thornton, membro técnico sênior da Vibrant.

A empresa também emprega uma equipe de fabricantes e engenheiros seletos, cuja própria maneira de resolução de problemas complementa a abordagem da Thornton.
Também ficou claro na multidão sempre presente no estande de Vibrant que muitas outras pessoas conheciam a excelente linha de produtos da Vibrant e suas realizações na fabricação de etiquetas privadas, mas esse é o empate e a importância de fazer parte do SEMA. Essas empresas buscam se promover aqui, falando bem do seu alcance e de pensamentos futuros. Como a impressão 3D irá mudar a indústria automotiva depende do que vem deste show e dos próximos.

SEMA Show 2017

Exibição fascinante de palheta de cores

SEMA Show 2017

SEMA Show 2017

A estrutura do SEMA é inacreditável com produtos específicos da indústria automotiva, como mostra o líder de vestuário Lethal Angel um clássico fornecedor de artigos de especialidade de pós-venda Mooneyes.

NASA lançará equipamento de reciclagem no espaço

Posted by Taila On novembro - 13 - 2017

NASA lançará equipamento de reciclagem no espaço - RefabricatorA NASA anunciou seus planos para lançar em 2018 o Refabricator, uma grande máquina de reciclagem e remanufatura destinada a transformar plásticos e metais em material reutilizável e, em seguida, usar o material para imprimir novos objetos em 3D – tudo isso feito dentro do mesmo dispositivo. O projeto Refabricator é de responsabilidade da Tethers Unlimited, uma empresa de tecnologia espacial, com sede em Seattle – Washington. A Tethers Unlimited recebeu um prêmio da NASA no valor de $ 750,000 para financiar o programa. Agora, existem planos para que o Refabricator seja instalado na Estação Espacial Internacional (ISS) no próximo ano. O projeto Refabricator é semelhante em função de outras inovações de reciclagem que estão sendo buscadas em todo o mundo. 3Devo, da Holanda, é um desses países que busca reciclagem de plásticos com seu sistema de TI SHR3D para triturar e granular plásticos para reutilização. O projeto Precious Plastics, criado por Dave Hakkens, é outra incursão na criação de sistemas de reciclagem para plásticos. Precious Plastics também está sendo conduzido como uma operação de código aberto com downloads gratuitos de planos de equipamentos e instruções de instalação. Rob Hoyt, CEO da Tethers, comentou o projeto Refabricator para a NASA dizendo: “A demonstração do Refabricator é um avanço importante em nossa visão de implementar um ecossistema de manufatura verdadeiramente sustentável e espacial. Os astronautas poderiam usar essa tecnologia para fabricar e reciclar utensílios seguros para alimentos e transformar o que agora é um transtorno inconveniente em matéria-prima para ajudar a construir a próxima geração de sistemas espaciais “.
Para mais informações, veja o artigo completo em 3DPrintingIndustry.com.

Tecidos e vasos sanguíneos impressos em 3D

Posted by Taila On novembro - 6 - 2017

Vasos sanguíneos impressos em 3DO sistema cardiovascular é uma rede complexa de dezenas de milhares de quilômetros de artérias, capilares e veias, que se ramificam por todo o corpo.

Os pesquisadores de tecidos passaram décadas explorando formas de desenvolver em laboratório propriedades físicas e funcionalidades biológicas semelhantes aos vasos sanguíneos saudáveis. Eles já experimentaram estruturas sintéticas para substituir vasos sanguíneos irremediavelmente danificados ou entupidos, mas ainda não apresentaram uma abordagem que funcione bem como algo real. Porem, alguns estudos recentes sugerem que os vasos sanguíneos impressos em 3D que incorporam células vivas podem ser o grande avanço nos estudos de bioimpressão 3D e órgãos sintéticos completos.

Na Universidade em San Diego, California, pesquisadores desenvolveram uma técnica para imprimir uma rede de vasos sanguíneos realista e funcional usando métodos personalizados. Conduzido pelo professor de “nanoengenharia” Shaochen Chen, a equipe criou sua própria impressora 3D, e produziu microestruturas 3D intrincadas que imitam os projetos sofisticados e as funções dos tecidos biológicos. Agora eles estão trabalhando na elaboração de tecidos específicos do paciente usando células-tronco pluripotentes induzidas por humanos, o que evitaria que os transplantes sejam atacados pelo sistema imunológico de um paciente.

Esse processo também poderia oferecer um acesso mais rápido, mais barato e eficaz de produzir materiais biocompatíveis do que os métodos existentes.

“Quase todos os tecidos e órgãos precisam de vasos sanguíneos para sobreviver e trabalhar corretamente. Este é um grande gargalo na realização de transplantes de órgãos, que estão em alta demanda, mas são escassos. Os órgãos de “bioprinção” 3D podem ajudar a completar essa lacuna, e nosso laboratório deu um grande passo em direção a esse objetivo”, disse Chen.

Vale ressaltar que pesquisas em “bioprintagem” não é algo completamente novo.

Pesquisadores de uma empresa chinesa de biotecnologia, Sichuan Revotek orientada pelo cientista James Kang, também exploram a técnica de impressão usando células-tronco autólogas, para produzir vasos sanguíneos artificiais, a técnica utiliza a bio-tinta proprietária da Revotek, patenteado como Biosynsphere, a bio-tinta é composta de células-tronco derivadas do tecido adiposo, juntamente com nutrientes e fatores de crescimento.

“As células-tronco se transformaram em células vasculares apropriadas dentro de alguns dias e, após um mês, funcionaram exatamente como os vasos sanguíneos originais. Esse é um grande passo pois a bio-tinta possui a capacidade única de desenvolver colágeno, o que permite que o tecido se desenvolva em diferentes formas. Usar as próprias células de um paciente para produzir os componentes da tinta a partir de células-tronco podem desenvolver tecidos de baixo custo que não são apenas compatíveis com o corpo do paciente, mas também se tornam parte dela”, disse Kang.

Impressão 3D Bio Impressão 3DEsse tipo de técnica está abrindo portas e oportunidades de pesquisa valiosas anteriormente indisponíveis para a ciência. O grande desafio agora é combinar as técnicas em uma maquina, então pesquisadores e cientistas poderão utilizar um laboratório de “bioprinção” 3D contendo uma impressora mais precisa, capaz de maior resolução e estruturas maiores.

No futuro, a tecnologia de impressão 3D poderá ser usada para desenvolver tecidos transplantáveis ​​personalizados para as necessidades de cada paciente.

Você poderá ver o artigo completo clicando Aqui!

Prótese de baixo custo para quem precisa

Posted by Taila On outubro - 15 - 2017
Prótese 3D mão desenvolvida pelo projeto E-nable

Prótese 3D E-nable

Para muitas pessoas que nasceram sem membros ou que perderam, encontrar prótese adequada é um grande desafio, o alto custo e baixa possibilidade de alterações tornam-se grandes barreiras para aqueles que possuem poucos recursos financeiros.
Porém já é possível confeccionar prótese muito mais barata com a ajuda da impressão 3D.
Embora esse processo ainda seja relativamente novo, as Próteses 3D impressas são mais acessíveis do que as próteses tradicionais, sendo possível produzir próteses rapidamente a um baixo custo que podem ser readaptadas e melhoradas. Alem disso, a facilidade de personalização característica desse método de fabricação contribui para a adaptação de pacientes específicos.

Prótese perna impressa em 3D

Prótese 3D


Diferente das próteses convencionais que podem custar em torno de $5 mil, a prótese impressa custaria 1% desse valor. Claro, a prótese em questão é relativamente primitiva, dando apenas um movimento básico para a mão, mas existem projetos que mesclam a impressão com robótica, tornando as possibilidades limitadas apenas pelos seus recursos.

O sucesso dessa tecnologia de impressão 3D na medicina já é algo concreto, as próteses demonstraram uma efetividade acima do esperado e estarão em breve à disposição de todo o mundo.

Graças ao Projeto E-nable ter acesso a uma prótese já é realidade para muitas pessoas. O E-nable usa impressão 3D para “dar uma mão a quem precisa”. Eles são voluntários em uma rede mundial de pessoas de diferentes culturas, visões e inspirações que se unem para oferecer próteses impressas isenta de custo, para qualquer um que necessite.

Para mais informações sobre o projeto e como se tornar um voluntário acesse o link http://enablingthefuture.org